Nota de Pesar pelo falecimento da Profª Izabel Helena Oliveira de Souza

O Conselho Departamental do Centro de Artes, em nome dos docentes, técnicos e estudantes deste Centro, manifesta o seu profundo pesar e indignação pela morte da Professora Izabel Helena Oliveira de Souza, ocorrido no último dia 27 de fevereiro, sob o signo de brutal violência. O seu assassinato, praticado por invasor em sua casa, durante o período de carnaval, quando ela buscava retiro e descanso na localidade de Santa Cruz, deixou a todos surpresos e muito consternados, tanto pela forma violenta como se deu a perda da colega, que embora aposentada, mantinha ainda fortes vínculos de afeto e amizade com os membros da comunidade acadêmica do Centro de Artes, como pela constatação, mais uma vez, da manifestação absurda do estado de violência que a cada dia assume proporções cada vez mais insustentáveis no âmbito do nosso estado, especialmente na Grande Vitória.

Neste momento de grande consternação para a todos os seus amigos e familiares, não será demais, senão necessário, além de lamentar a sua perda, lhe render merecidas homenagens pelo relevante trabalho que realizou tanto como artista, como educadora na Universidade Federal do Espírito Santo, durante o tempo em que esteve conosco.

Como educadora - aliás uma das três primeiras orientadas da renomada Ana Mae Barbosa – contribuiu para a organização da primeira associação de arte-educadores no estado; criou e estruturou o ensino da arte na universidade, sendo responsável por toda uma geração de professores de arte que hoje atuam em diferentes partes do país; com seu ímpeto desbravador, criou a primeira especialização em ensino da arte na UFES, fomentando ainda nos anos de 1990, o que viria a se tornar o Programa de Mestrado em Artes da UFES.

Isabel Helena foi mais que uma colega de universidade, mais que uma professora dedicada, mais que uma educadora exemplar. Era uma mulher forte, de personalidade marcante que com sua atitude aguerrida escreveu parte da história do Centro de Artes.

Sua morte, de forma não natural pegou a todos de surpresa, levando-a subitamente do nosso convívio. Ainda estamos em um momento de dor com essa perda. Mas que ela seja lembrada como a grande mulher e educadora que foi, e que seu legado seja escrito na história desse estado como alguém que se dedicou à construção de um olhar sensível para a arte e a realidade. Que seja lembrada com serenidade pelos seus feitos no sentido de dar visibilidade nacional aos esforços de artistas e professores capixabas.

Izabel Helena Oliveira de Souza será sempre lembrada, pela sua atitude batalhadora em prol da classe dos artistas e educadores e, sobretudo, pela sua sensibilidade como professora para lidar com as questões afetas ao ensino da arte. Os professores do Centro de Artes e os futuros profissionais aqui formados certamente seguirão dando continuidade a utopia defendida por Isabel de colocar em especial destaque a importância do profissional do ensino da arte e o seu papel essencial no processo de construção de novos valores e crescimento cultural da nossa sociedade.

Transparência Pública
Acesso à informação
Reuni

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910